Veganismo e Vitamina B12

Pessoas adeptas de dietas vegetarianas e veganas costumam se alimentar basicamente de frutas, verduras, legumes, cereais, leguminosas, nozes e sementes. 

Os vegetarianos não comem carne, aves, peixes e frutos do mar, mas alguns deles incluem ovos e produtos derivados do leite na alimentação. 

Já os veganos que não consomem nenhum alimento que seja de origem animal, nem mesmo ovos ou mel. 

Por isso, muitas vezes os adeptos desse estilo de alimentação precisam buscar orientação médica para manter as taxas do organismo em dia.

Como combater a deficiência da vitamina B12?

Por se tratar de dois tipos de dietas bastante restritivos, é importante que as pessoas adeptas do vegetarianismo e do veganismo cuidem da suplementação para evitar deficiência de vitaminas e minerais.

A vitamina B12, por exemplo, é um nutriente essencial para o corpo humano e quase não existe em alimentos de origem vegetal. Também chamada de cobalamina, ela atua no desenvolvimento das hemácias, na manutenção dos nervos e na função cerebral. 

A vitamina B12 é solúvel em água e por isso precisa ser reposta diariamente no organismo.

A dose diária de vitamina B12 recomendada pelos médicos varia de acordo com a idade e fases da vida, conforme as seguintes indicações:

  • A partir dos 14 anos de idade: 2.4 microgramas
  • Mulheres grávidas: 2.6 microgramas
  • Durante a amamentação: 2.8 microgramas

Vale lembrar que apenas o médico pode avaliar as necessidades de cada paciente, levando-se em conta os resultados de exames e outros fatores. 

Também é importante ressaltar que em períodos de estresse ou de doença, a demanda do nutriente pode ser maior para garantir o bom funcionamento do organismo. 

Por isso, antes de qualquer coisa, o mais indicado é marcar uma consulta médica e colocar os exames em dia. 

Quais alimentos ricos são em vitamina B12?

A vitamina B12 é encontrada basicamente em alimentos de origem animal, incluindo carnes, peixes, produtos lácteos e ovos. 

No entanto, é interessante saber que a B12 presente nos ovos é de baixa biodisponibilidade, ou seja, tem pouca absorção. 

O mesmo acontece com o nutriente contido em algas e outros produtos de origem vegetal. A exceção acontece apenas com a alga nori, que é considerada por muitos estudiosos uma excelente fonte de vitamina B12.

Além disso, a nori também possui bons níveis de outros elementos ausentes em dietas vegetarianas e vegetarianas, como o ferro e o ômega-3. Outro alimento com vitamina B12 são os cogumelos. 

Quais são os inibidores de B12?

Outra questão importante relacionada à deficiência de vitamina B12 no organismo tem relação com o uso de determinados tipo de medicamentos, como antiácidos, inibidores da bomba de prótons e metformina (usado no controle da diabetes). 

Os pacientes que utilizam estes remédios precisam de doses maiores de suplementação de B12 e avaliação dessa vitamina com mais frequência, pois estas substâncias interferem na absorção da vitamina e podem causar deficiência. 

O uso frequente de bebidas alcoólicas também é muito prejudicial à assimilação de B12 em nosso corpo. Por isso, é fundamental evitar o consumo deste tipo de produto em excesso no dia a dia.

Quais sinais apontam deficiência de vitamina B12?

Pacientes com dietas veganas e vegetarianas devem dicar atentos aos seguintes sintomas e complicações: 

  • Fraqueza
  • Fadiga
  • Função cerebral prejudicada (memória, capacidade de aprendizado)
  • Distúrbios neurológicos (dormência, formigamento, falta de coordenação motora, alterações visuais)
  • Atrofia cerebral progressiva
  • Transtornos psiquiátricos
  • Depressão
  • Anemia
  • Possíveis ligações com mal de Alzheimer
  • Complicações vasculares
  • Doenças cardíacas.

Como é o diagnóstico de deficiência de vitamina B12?

Ao analisar as queixas do paciente, o médico deverá solicitar um exame de sangue completo para avaliar as carências nutricionais e a necessidades de suplementação. 

Geralmente, os primeiros sinais relatados são fadiga, depressão, dormência frequente nos dedos das mãos e dos pés, e dificuldade com a memória e de concentração.

O diagnóstico traz detalhes sobre ocorrência de anemia, glóbulos vermelhos grandes (macrocitose), baixa de B12 e homocisteína alta.

Como é a suplementação de vitamina B12?

Como já foi explicado, muitas vezes os alimentos não dão conta de fornecer as doses diárias de B12, especialmente em casos de dietas veganas e vegetarianas. Por isso, é preciso recorrer à suplementação para evitar carências no organismo.

A suplementação deve ser feita apenas com orientação médica, com doses individualizadas.

Geralmente, o uso do suplemento é feito via sublingual. Nos casos em que o médico verifique a deficiência severa do nutriente, ele poderá indicar a suplementação injetável, que poderá se prolongar ao longo da vida de acordo com os resultados dos exames.  

Além disso, é importante saber que as dietas vegetarianas e veganas também podem levar à deficiência de outros nutrientes, como ferro, zinco, vitamina D3, ômega-3, cálcio, creatina e iodo.

Por este motivo, é essencial ter uma grande variedade de alimentos no cardápio e sempre ter o acompanhamento de um bom especialista. Com estes cuidados, é possível ter uma dieta apropriada e manter as taxas do organismo sempre em dia. 

E lembre-se: a medicina preventiva é uma grande aliada no combate a doenças e fundamental para pessoas que buscam ter mais qualidade de vida. 

Gostaria de saber
mais sobre o
tratamento?
Agende Sua Consulta
[wpdevart_facebook_comment facebook_app_id="2348685775181667" curent_url="https://dralarissadiniz.com.br/veganismo-e-vitamina-b12/" order_type="social" title_text="" title_text_color="#444444" title_text_font_size="16" title_text_font_famely="Cabin" title_text_position="left" width="100%" bg_color="#ffffff" animation_effect="random" count_of_comments="3" ]

O que achou do nosso conteúdo? Avalie:

Clique para Avaliar

Classificação Média 4.6 / 5. Contagem de Votos 42

Sem votos! Seja o primeiro!

Categorizado em:
Dra. Larissa Diniz
Médica, pós-graduada em Medicina Integrativa, Preventiva e Nutrologia, com experiência na área da Medicina da Saúde e do Estilo de Vida, tratando de doenças autoimunes, metabólicas, hormonais, crônicas e prevenção de doenças, sempre atuando na sua causa com uma Medicina Personalizada.

Pesquisar

searchclosedownloadmap-markerchevron-leftfacebook-squarebarsenvelopecomments-ostethoscopeinstagramwhatsappcalendar-check-ocross-circle linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram