Precisamos falar sobre Saúde e bem estar

A rotina estressante a qual somos submetidos diariamente traz consequências negativas para a saúde e para o nosso bem-estar. Muitas vezes, as pessoas estão sempre com pressa, enfrentam trânsito várias horas por dia, têm hábitos alimentares irregulares e não conseguem praticar exercícios com frequência. Além disso, não dormem direito e lidam frequentemente com problemas ou outras emoções tóxicas. Tudo isso faz com que percamos nossa energia e a qualidade de vida. 

Os hábitos preventivos e a adoção de um estilo de vida mais equilibrado são fundamentais para alcançarmos mais produtividade no dia a dia. Isso é essencial para que nossa saúde não seja prejudicada com problemas que só aparecem a longo prazo. 

Muita gente não percebe, mas nosso corpo costuma dar sinais de alerta quando algo não vai bem. Nem sempre o paciente procura um médico ao perceber os primeiros sintomas anormais do organismo e vai convivendo com esses incômodos. 

Os principais sinais que interferem no bem-estar físico, mental e emocional do indivíduo incluem enxaquecas, dores constantes no estômago, dores nas costas, fadiga, insônia, má digestão e mau funcionamento do intestino. No caso das mulheres, outro sinal de alerta é o agravamento da TPM e irritabilidade constante. 

Todos esses indícios servem para mostrar que algo não vai bem. É como se o nosso organismo estivesse querendo avisar que é preciso se cuidar mais e prestar atenção do que pode estar causando tais queixas. O profissional da área da saúde é a pessoa mais indicada para solicitar exames e fazer uma avaliação do paciente ou até mesmo indicar uma dieta para enxaqueca ou dar dicas de o que comer para soltar o intestino.

Depois de um diagnóstico, esse especialista poderá indicar o tratamento mais adequado para cada caso. Mas vale lembrar que, muito mais do que recorrer a remédios ou terapias mais complexas, uma simples mudança no estilo de vida já traz resultados positivos para a saúde. 

Como acabar com o estresse?

O estresse é um problema da atualidade, que atinge milhões de pessoas no mundo inteiro. Não importa a idade, a classe social ou o gênero, qualquer um pode sofrer com isso. Apesar de ser algo comum, algumas dicas simples ajudam (e muito) a combater o estresse. Vale a pena segui-las:

- Invista na prática de exercícios.

- Tenha uma alimentação saudável.

- Pratique o amor próprio e tire um tempo para cuidar de você.

- Adote técnicas de relaxamento em algum momento do dia. 

- Procure ter hábitos de lazer e cerque-se de boas companhias. 

- Consulte um médico e faça exames periódicos com frequência. 

 

Qual o melhor remédio para enxaqueca e o que é bom para insônia?

Pessoas em situações estressantes geralmente se queixam de dores de cabeça ou têm dificuldade para dormir. Claro que os remédios podem ajudar a solucionar os problemas momentaneamente, mas esse não é o melhor caminho. 

Ao invés de tomar analgésicos desenfreadamente ou ingerir calmantes para dormir melhor durante a noite, por que não avaliar a causa desses problemas e ver como é possível ter mais qualidade de vida?

Já está mais do que comprovado que jejum prolongado, estresse, cigarro, uso de bebidas alcóolicas, sedentarismo, ingestão em excesso de alimentos industrializados e alterações hormonais são gatilhos para crises de enxaquecas. O uso em excesso de celular, abuso de cafeína e falta de uma rotina na hora de dormir também contribuem para episódios de insônia. 

Para evitar esses problemas e controlar a intensidade das crises, é fundamental que o paciente se empenhe em mudar e busque formas para melhorar. Algumas recomendações são:

- Não pule as refeições e tente comer a cada três horas. O jejum prolongado pode desencadear crises de enxaqueca.

- Evite bebidas ricas em cafeína, como chás, cafés ou refrigerantes.

- Invista em uma rotina de exercícios, pelo menos, três vezes por semana. Caminhar no seu quarteirão ou subir escadas do prédio já é um início.

- Outra dica de como tratar insônia é criar uma rotina na hora de ir dormir e levantar. Também procure respeitar os horários. 

- Não sofra por antecipação e procure formas para relaxar ou ter prazer, como sair com amigos, ler um livro, ouvir músicas etc. 

Saiba como regular o intestino com boa alimentação      

A prisão de ventre, também conhecida como constipação intestinal, causa muito desconforto e ainda resulta em queda de cabelo, gases, mau humor, dores na barriga e falta de disposição. A explicação para tudo isso é porque o organismo não consegue absorver os nutrientes necessários para o seu bom funcionamento e ainda sofre com a retenção dos elementos nocivos à saúde. 

Para solucionar essas disfunções e saber como soltar o intestino, o mais recomendado é seguir uma alimentação rica em fibras e ingerir muita água para estimular o bom funcionamento do intestino. Alimentos como mamão, ameixa, linhaça e aveia são bons aliados para quem sofre com prisão de ventre. Vale ainda inserir muita verdura e legumes no cardápio, deixando sempre em segundo plano os itens embutidos que não contribuem em nada para uma vida mais saudável.  

Agora que você já saber o que fazer para soltar o intestino e o que comer para regular o intestino, basta seguir as dicas e começar a sentir os benefícios.  

 

Dieta ortomolecular contribui para uma vida melhor

A medicina ortomolecular é uma área de atuação da saúde que busca o equilíbrio físico e bioquímico do corpo como um todo. Ela não prioriza apenas um órgão ou sistema. Sua principal função é ajudar no bom funcionamento do organismo por meio da ingestão adequada de nutrientes. A dieta ortomolecular ajuda o indivíduo na manutenção de uma vida mais saudável, além de equilibrar a quantidade de vitaminas, minerais, aminoácidos, lactobacilos e outras substâncias essenciais para a saúde. 

Qualquer pessoa pode aderir ao tratamento ortomolecular, independentemente da idade, gênero ou nível de escolaridade. Além de um cardápio elaborado individualmente, o médico também pode indicar o uso de suplementos para equilibrar todos os sistemas do corpo. 

Os benefícios são percebidos em pouco tempo no metabolismo, gerando emagrecimento, diminuição da retenção de líquidos e bom funcionamento do intestino. Quem faz dieta para enxaqueca também sente melhoras e menos intensidade nas crises. 

A mudança na alimentação também contribui para a eliminação de toxinas que fazem mal à saúde e podem causar doenças mais graves. Marque sua consulta e conheça todos os benefícios da medicina preventiva. 

Após a realização de exames clínicos e uma conversa com o paciente, o médico poderá indicar com precisão uma dieta rica em nutrientes e formulações para suprir as carências do seu corpo. Invista em você e em uma vida mais saudável.

 

 

Gostaria de saber
mais sobre o
tratamento?
Agende Sua Consulta
[wpdevart_facebook_comment facebook_app_id="2348685775181667" curent_url="https://dralarissadiniz.com.br/precisamos-falar-sobre-saude-e-bem-estar/" order_type="social" title_text="" title_text_color="#444444" title_text_font_size="16" title_text_font_famely="Cabin" title_text_position="left" width="100%" bg_color="#ffffff" animation_effect="random" count_of_comments="3" ]

O que achou do nosso conteúdo? Avalie:

Clique para Avaliar

Classificação Média 4.9 / 5. Contagem de Votos 31

Sem votos! Seja o primeiro!

Categorizado em:
Dra. Larissa Diniz
Médica, pós-graduada em Medicina Integrativa, Preventiva e Nutrologia, com experiência na área da Medicina da Saúde e do Estilo de Vida, tratando de doenças autoimunes, metabólicas, hormonais, crônicas e prevenção de doenças, sempre atuando na sua causa com uma Medicina Personalizada.

Pesquisar

searchclosedownloadmap-markerchevron-leftfacebook-squarebarsenvelopecomments-ostethoscopeinstagramwhatsappcalendar-check-ocross-circle linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram