Modulação hormonal

Muitas pessoas costumam buscar ajuda médica para resolver questões relacionadas a dificuldades de emagrecimento, estresse, cansaço constante, perda de libido ou alterações no humor. 

Boa parte dos pacientes encara esses problemas como queixas comuns do dia a dia e não imagina que eles podem estar relacionados a alterações hormonais. 

Por isso, para solucionar esses casos e garantir mais qualidade de vida, os médicos acabam optando pela modulação hormonal. 

Mas afinal, o que é modulação hormonal?

Em primeiro lugar, é importante saber que nosso corpo possui mais de 50 tipos de hormônios que agem de forma simultânea em nosso organismo. 

A simples baixa ou alta nos níveis de alguns deles pode resultar em ganho de peso e alterações no metabolismo, gerando desconforto e insatisfação nas pessoas em relação ao corpo. 

A melatonina e o cortisol, por exemplo, são hormônios fundamentais para nosso bem-estar. O primeiro está ligado à qualidade do sono e casos de insônia. Já o segundo tem relação com o estresse e, quando atinge um grau elevado em nosso corpo, pode gerar um quadro de esgotamento físico e mental, dificuldade de emagrecimento, além de comprometer o sistema imunológico. 

Nesse sentido, o objetivo da modulação hormonal é equilibrar as taxas de hormônios do nosso corpo. Mas vale lembrar que esse tipo de método deve ser feito com acompanhamento médico para que o profissional da saúde possa avaliar o resultado de exames e entender as necessidades de cada indivíduo. 

A modulação pode ser feita por meio da utilização de hormônios bioidênticos, ou seja, hormônios semelhantes aos produzidos pelo organismo, como também pode englobar a ingestão de aminoácidos, vitaminas, minerais e antioxidantes. Apenas o médico poderá indicar o melhor protocolo ou suplementação. 

Como funciona a modulação hormonal?

Para entender as necessidades de cada paciente e indicar o melhor tratamento, o médico geralmente faz uma avaliação detalhada de todo o histórico de vida e analisa suas queixas principais. 

Depois disso, é solicitado um exame de sangue para checar de forma mais exata os níveis hormonais da pessoa. 

Após verificar o que anda bem e o que precisa ser mudado, o médico poderá sugerir algumas mudanças no estilo de vida dos pacientes e correção de parâmetros não hormonais por meio da ingestão de vitaminas, minerais e hormônios bioidênticos.

É importante ressaltar que ter algumas noites mal dormidas por conta de excesso de tarefas no dia a dia ou não ter interesse sexual por algumas vezes não indica necessariamente a necessidade da modulação, cada caso é individual.

Esse método é indicado apenas em casos em que existe um nítido desequilíbrio no corpo, não sendo possível resolver por meio de hábitos naturais e não invasivos. Por isso, o acompanhamento médico é essencial para quem quer obter resultados satisfatórios sem prejudicar a saúde. 

Quais os benefícios da Modulação Hormonal Bioidêntica?

As vantagens da modulação hormonal para os pacientes em busca de mais qualidade de vida e melhor funcionamento do corpo são muitas. Além de ajudar na perda ou manutenção do peso, ela também inclui uma série de benefícios. Os mais comentados pelos médicos são:

  • Aceleração do metabolismo
  • Queima de gordura
  • Fortalecimento cardiovascular
  • Fortalecimento do sistema imunológico
  • Aumento da libido
  • Emagrecimento saudável
  • Envelhecimento saudável
  • Ganho de massa muscular
  • Melhora do sono
  • Redução da oxidação das células
  • Redução do estresse
  • Alívio dos sintomas da TPM ou da menopausa

Qual a diferença entre reposição e modulação hormonal?

Como vimos anteriormente, o principal objetivo da modulação é trazer equilíbrio ao corpo e nivelar as taxas hormonais para que o paciente tenha mais qualidade de vida. Ou seja, sua atuação é mais preventiva e inclui mudança no estilo de vida, especialmente no que diz respeito à qualidade do sono, alimentação e prática de exercícios.

A reposição hormonal, por outro lado, tem efeito corretivo e visa devolver ao corpo os hormônios que deixaram de ser produzidos naturalmente. Em ambos os casos, o paciente deve buscar orientação médica.

Modulação hormonal para mulheres na menopausa

A modulação hormonal, assim como os outros métodos da medicina preventiva, pode funcionar como uma importante aliada para minimizar ou até acabar com os problemas causados pela menopausa. 

Além disso, a modulação feita com supervisão médica é importante para combater o aparecimento de outras doenças no futuro.

Seja para quem busca emagrecimento saudável ou para quem quer melhorar o sistema imunológico e ter mais equilíbrio, a medicina preventiva é sempre a opção mais adequada e com ótimos resultados.

Agende agora mesmo uma consulta para tirar outras dúvidas sobre modulação hormonal e manter sua saúde sempre em dia.

Gostaria de saber
mais sobre o
tratamento?
Agende Sua Consulta
[wpdevart_facebook_comment facebook_app_id="2348685775181667" curent_url="https://dralarissadiniz.com.br/modulacao-hormonal/" order_type="social" title_text="" title_text_color="#444444" title_text_font_size="16" title_text_font_famely="Cabin" title_text_position="left" width="100%" bg_color="#ffffff" animation_effect="random" count_of_comments="3" ]

O que achou do nosso conteúdo? Avalie:

Clique para Avaliar

Classificação Média 4.8 / 5. Contagem de Votos 45

Sem votos! Seja o primeiro!

Categorizado em:
Dra. Larissa Diniz
Médica, pós-graduada em Medicina Integrativa, Preventiva e Nutrologia, com experiência na área da Medicina da Saúde e do Estilo de Vida, tratando de doenças autoimunes, metabólicas, hormonais, crônicas e prevenção de doenças, sempre atuando na sua causa com uma Medicina Personalizada.

Pesquisar

searchclosedownloadmap-markerchevron-leftfacebook-squarebarsenvelopecomments-ostethoscopeinstagramwhatsappcalendar-check-ocross-circle linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram