Coronavírus: é tempo de se informar e prevenir!

Nas últimas semanas, o tema coronavírus tomou conta dos noticiários do Brasil e o medo da doença mexer na rotina dos brasileiros se tornou cada vez maior. 

Segundo o Ministério da Saúde, foram confirmados 200 casos do novo coronavírus (covid-19) até o dia 15 de março. Diversas cidades adotaram medidas preventivas para evitar a intensificação do problema e preservar os grupos de risco, que incluem idosos, crianças pequenas, diabéticos, hipertensos, pessoas com baixa imunidade e portadores de doenças crônicas.

No Rio de Janeiro, por exemplo, as aulas dos alunos das instituições públicas e privadas foram suspensas por 15 dias para diminuir a circulação de pessoas nas ruas. As autoridades locais também fecharam cinemas, teatros e eventos com aglomeração de público.

Apesar do momento crítico para muitos brasileiros, não há motivo para pânico ou desespero. Diante deste cenário, o melhor a fazer é se conscientizar e se informar para que possamos diminuir o registro de novos casos da infecção e preservar a nossa saúde.

A equipe da Dra. Larissa Diniz fez um resumo sobre o coronavírus e sobre os cuidados necessários para combater este problema. Confira!

Afinal, o que é o coronavírus?

O novo coronavírus causa a doença Covid-19. Ele faz parte da família viral responsável por provocar infecções respiratórias nos pacientes, bem similares aos casos de gripe. Na maioria das vezes, os sintomas são leves e moderados. No entanto, em casos mais sérios pode haver risco de morte. 

Como a doença é transmitida?

A transmissão do coronavírus acontece pelo ar, de uma pessoa para outra ou pelo contato com secreções contaminadas de tosse, espirro, catarro ou saliva. Sendo assim, qualquer pessoa que tenha contato próximo com um paciente contaminado pode correr o risco de ser infectado. 

A entrada do vírus em nosso corpo acontece, principalmente, pelas mucosas dos olhos, nariz e boca. Após entrar no organismo, o coronavírus atinge as vias respiratórias. 

Quais são os sintomas mais comuns do coronavírus?

Os sintomas do Covid-19 são bastante parecidos com os de um resfriado comum. Ou seja, a pessoa pode ter tosse, febre, espirro e coriza. Em casos mais graves, pode haver falta de ar e risco de pneumonia. 

Como é o tratamento da doença?

Ainda não há um tratamento específico para o vírus. Os medicamentos são recomendados para minimizar os sintomas e devem ser prescritos pelo médico. A recomendação é que o paciente fique de repouso, se afaste do trabalho, beba bastante líquido e tenha uma alimentação leve até ficar bem. Apenas pessoas com sintomas mais severos da doença devem ser internadas. Geralmente, os sintomas melhoram nos primeiros dias de tratamento. 

Devo usar a máscara para evitar a contaminação?

O uso de máscara é indicado apenas para pessoas que já foram diagnosticadas com a doença para evitar a contaminação de outras pessoas. Profissionais de saúde que lidam diariamente com doentes também devem usar a máscara de proteção. 

Quais são os cuidados preventivos mais apropriados para o dia a dia?

O melhor a fazer nesse momento é adotar hábitos de higiene em sua rotina, entre eles:

- Lave bem as mãos com água e sabão, esfregando entre os dedos, os pulsos e a palma da mão.

- Use álcool em gel para matar o vírus.

- Evite contato com pessoas doentes.

- Não compartilhe objetos pessoais, como copo, talheres, maquiagem, celular etc. 

- Cubra boca e nariz ao tossir ou espirrar e, sem seguida, jogue o lenço de papel no lixo. 

- Utilize álcool 70% para desinfetar objetos e superfícies usadas com frequência, como celulares, computador, maçanetas etc. 

- Evite tocar o próprio rosto com as mãos, principalmente não coçar os olhos e nariz.

- Se possível, não fique em lugares aglomerados e fechados.

Você lava a mão de maneira correta?

Na correria do dia a dia, muitas pessoas não se atentam que é preciso dedicar alguns minutos do dia para lavar a mão de maneira correta. Não adianta, por exemplo, apenas passar um pouco de sabonete e esfregá-las rapidamente. 

É necessário ensaboar toda a palma e as costas das mãos, fazendo movimentos e espuma por todas as partes. Em seguida, deve-se passar o sabão entre os dedos, sempre esfregando bem. Outra recomendação é lavar os pulsos e a ponta dos dedos. 

Qual é recomendação para quem usa transporte público, ônibus ou metrô?

As orientações para quem precisa se locomover são as mesmas já indicadas para a higiene no dia a dia. É importante usar álcool em gel ao tocar nas superfícies destes locais e evitar os horários de pico. Além disso, sempre coloque as mãos na boca ao tossir ou espirrar. 

Existe vacina para o coronavírus?

Por se tratar de algo recente, ainda não há vacina para o novo coronavírus. Por isso, a melhor forma de evitar a contaminação é por meio da prevenção no dia a dia. 

O Ministério da Saúde recomendou que as pessoas evitem beijos e abraços durante os cumprimentos. 

Vale lembrar que, apesar do alarde, a taxa de mortalidade do vírus ainda é baixa se comparada com outras infecções respiratórias. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o índice é de 3,4%.

Por fim, precisamos estar juntos nessa e disseminar informações de forma consciente para evitar notícias falsas ou pânico entre a população. Em caso de dúvidas, converse com seu médico de confiança e busque orientações para aumentar sua imunidade e adotar hábitos saudáveis.

Com hábitos preventivos, vamos juntos cuidar da gente e preservar quem está no grupo de risco!

Gostaria de saber
mais sobre o
tratamento?
Agende Sua Consulta
[wpdevart_facebook_comment facebook_app_id="2348685775181667" curent_url="https://dralarissadiniz.com.br/coronavirus-e-tempo-de-se-informar-e-prevenir/" order_type="social" title_text="" title_text_color="#444444" title_text_font_size="16" title_text_font_famely="Cabin" title_text_position="left" width="100%" bg_color="#ffffff" animation_effect="random" count_of_comments="3" ]

O que achou do nosso conteúdo? Avalie:

Clique para Avaliar

Classificação Média 5 / 5. Contagem de Votos 21

Sem votos! Seja o primeiro!

Categorizado em:
Dra. Larissa Diniz
Médica, pós-graduada em Medicina Integrativa, Preventiva e Nutrologia, com experiência na área da Medicina da Saúde e do Estilo de Vida, tratando de doenças autoimunes, metabólicas, hormonais, crônicas e prevenção de doenças, sempre atuando na sua causa com uma Medicina Personalizada.

Pesquisar

searchclosedownloadmap-markerchevron-leftfacebook-squarebarsenvelopecomments-ostethoscopeinstagramwhatsappcalendar-check-ocross-circle linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram