Como melhorar a Performance física

A correria do mundo moderno exige cada vez mais do nosso corpo e da nossa mente. Os pacientes que desejam aprimorar a condição física, conquistando mais energia, disposição e mais rendimento nas atividades do dia a dia encontram na medicina ortomolecular uma importante aliada.  

O tratamento ortomolecular visa restabelecer o equilíbrio químico do organismo por meio do uso de substâncias e elementos naturais, como vitaminas, minerais e aminoácidos. A terapia é feita com uma alimentação mais equilibrada, pelo uso de suplementos e com mudanças no estilo de vida do paciente.

O grande diferencial da medicina ortomolecular é a prevenção das doenças e não apenas na cura delas. Com o reequilíbrio dos nutrientes no organismo e a eliminação de toxinas, o corpo volta a funcionar em harmonia e os benefícios são percebidos a curto prazo.

Muita gente procura a medicina ortomolecular para perder peso ou conquistar um corpo mais bonito. Porém, é importante saber que os benefícios do tratamento vão muito além disso. Os principais ganhos para o corpo são:

  •  Possibilidade de aumentar o ganho de massa magra.
  •  Combate à fadiga.
  •  Envelhecimento saudável.
  •  Combate aos sintomas da menopausa, TPM, andropausa e osteoporose.
  •  Melhora da produtividade.
  •  Aumento de músculos.
  •  Melhora da aptidão física

 

Como é o tratamento ortomolecular?

Ao marcar uma consulta com um médico ortomolecular, o paciente vai iniciar um processo voltado para a nutrição funcional. Isso envolverá mudanças em sua dieta, em seu estilo de vida, na suplementação nutricional. Os principais objetivos do tratamento vão envolver os seguintes itens:

  •  Eliminação das toxinas do corpo 
  •  Adoção de uma dieta balanceada considerando as individualidades e necessidades do paciente.  
  •  Melhorar a flora intestinal e a digestão dos alimentos. 
  •  Reparação de danos celulares.
  •  Recolocação de nutrientes (minerais, vitaminas, aminoácidos e ácidos graxos essenciais) no organismo. 

 

Cada tratamento é individual e tem como base as particularidades da pessoa. Antes de prescrever uma dieta ou um tratamento ortomolecular, o médico solicitará exames laboratoriais e fará uma avaliação minuciosa do estado clínico do indivíduo.

Esses exames são importantes para avaliar os desequilíbrios nutricionais e metabólicos. Geralmente, as disfunções são ocasionadas pela falta de nutrientes ou até mesmo por fatores externos, como cigarro, álcool, uso de drogas, metais pesados, estresse, sedentarismo etc. 

Direcionamento da medicina ortomolecular para cada paciente 

Um exemplo de caso clínico em que a medicina ortomolecular pode ser eficaz é o de um paciente adulto, na faixa dos 40 anos, que está com dificuldades para se concentrar no trabalho, sofre para dormir e, por isso, tem fadiga crônica. Suas queixas também incluem irritabilidade frequente, dores de cabeça e redução da libido. 

Durante a consulta, o paciente explica ao médico que sua alimentação é irregular e não segue um horário definido. Sua primeira refeição do dia é composta por um café com açúcar e pão com manteiga na chapa. Muitas vezes, ele ingere refeições gordurosas no almoço ou faz lanches rápidos para ganhar tempo. O jantar segue basicamente o mesmo cardápio do almoço. 

O homem também relata que é fumante, faz uso de bebidas e não pratica exercícios. Todo esse detalhamento ajudará o especialista a solicitar os exames corretos e indicar uma dieta apropriada, seguindo horários certos e alimentos ricos em nutrientes. 

O médico também indicará atividades físicas, hábitos para melhorar a qualidade do sono, suplementos e, quando necessário, medicamentos homeopáticos. É fundamental que o paciente siga as orientações e abandone o estilo de vida anterior para melhorar a performance física e emocional.

Medicina ortomolecular no combate à fadiga e melhora da aptidão física

O corpo costuma dar sinais de alerta quando algo não vai bem. Os dias corridos, a exposição constante à poluição, o estresse no trabalho e o trânsito das grandes cidades podem desencadear cansaço físico e danos graves à saúde. 

Um dos grandes problemas que vem atingindo a população em virtude dessa rotina corrida é a fadiga. O paciente com esse quadro clínico sente exaustão, esgotamento e não tem ânimo para fazer coisas simples. 

 

 

Gostaria de saber
mais sobre o
tratamento?
Agende Sua Consulta
[wpdevart_facebook_comment facebook_app_id="2348685775181667" curent_url="https://dralarissadiniz.com.br/como-melhorar-a-performance-fisica/" order_type="social" title_text="" title_text_color="#444444" title_text_font_size="16" title_text_font_famely="Cabin" title_text_position="left" width="100%" bg_color="#ffffff" animation_effect="random" count_of_comments="3" ]

O que achou do nosso conteúdo? Avalie:

Clique para Avaliar

Classificação Média 4.9 / 5. Contagem de Votos 29

Sem votos! Seja o primeiro!

Categorizado em:
Dra. Larissa Diniz
Médica, pós-graduada em Medicina Integrativa, Preventiva e Nutrologia, com experiência na área da Medicina da Saúde e do Estilo de Vida, tratando de doenças autoimunes, metabólicas, hormonais, crônicas e prevenção de doenças, sempre atuando na sua causa com uma Medicina Personalizada.

Pesquisar

searchclosedownloadmap-markerchevron-leftfacebook-squarebarsenvelopecomments-ostethoscopeinstagramwhatsappcalendar-check-ocross-circle linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram